Quando se fala de hipnose, infelizmente exitem muitas dúvidas e mitos a seu respeito. Segue abaixo as principais dúvidas ou mal entendidos que as pessoas tem com relação à hipnose.

Quem pode ser hipnotizado?

Todas as pessoas entram no estado de hipnose. O estado de hipnose é um estado natural do e no ser humano, entramos e saímos deste estado várias vezes ao dia e nem nos damos conta, pois não há um sinal que o indica. Um exemplo que gosto de usar sempre é quando vamos à praça de alimentação de um shopping, ao chegar nesse ambiente levamos um choque devido à poluição sonora, porém, quando estamos fazendo nossa refeição ou apenas conversando com uma pessoa querida neste local, é como se todo aquele som que antes era quase insuportável sumisse completamente.

Onde a hipnose é utilizada?

A utilização da hipnose não tem limites e atualmente vem sendo utilizada com sucesso em várias áreas como:
– Hipnose Clínica, como ferramenta complementar por médicos, psicólogos, dentistas e fisioterapeutas;
– Hipnose Terapêutica, como ferramenta de transformação ajudando pessoas a atingirem seus objetivos como reduzir ansiedade, reduzir estresse, emagrecer, parar de fumar, etc;
– Hipnose Esportiva, ajudando atletas de alto desempenho a utilizarem o máximo de sua capacidade;
– Hipnose Forense, ajudando vítimas ou testemunhas de crimes a se lembrarem de detalhes relevantes à investigação;
– Recursos Humanos, ajudando colaboradores a ter mais motivação e foco;
– Educação, ajudando estudantes a terem mais foco e concentração melhorando a memorização;
– Entretenimento, em shows de palco, televisão ou na rua.
Utilizamos a hipnose como ferramenta terapêutica.

Hipnose é sinal de fraqueza mental?

Não. Muito pelo contrário, as pessoas mais inteligentes e criativas são as que possuem mais facilidade em aproveitar os benefícios da hipnose.

Na hipnose eu durmo, desmaio ou fico inconsciente?

Não, nenhuma dessas opções. Muitas pessoas acreditam que hipnose é igual a sono, pelo contrário, durante a hipnose a pessoa se encontra muito mais alerta mentalmente do que em estado de vigília, é um estado de alta concentração, porém, o corpo geralmente se encontra extremamente relaxado e por isso dá a impressão que a pessoa dorme.

Corro o risco de não sair da hipnose?

Não existe nenhum registro de uma pessoa que entrou em hipnose e nunca voltou, isso é mito. Como dito anteriormente entramos e saímos do estado de hipnose várias vezes ao dia sem nos darmos conta disso. Algumas pessoas me perguntam, mas e se durante a terapia o terapeuta tem um ataque cardíaco ou na sessão online cai a conexão com a internet? Neste caso, a pessoa como não está dormindo, irá perceber que houve algo errado, o terapeuta parou de falar de repente sem avisar e simplesmente irá abrir os olhos para checar o que aconteceu.

Perco o controle do meu corpo durante a hipnose?

Não. Tem pessoas que dizem que não foram hipnotizadas porque a todo momento podiam mexer o corpo, ou abrir os olhos. E realmente durante a sessão de hipnose a pessoa pode fazer isso, se tiver algum incômodo como uma coceirinha, pode se coçar, se tiver em uma posição desconfortável, pode se ajeitar, se tiver real necessidade de abrir os olhos, pode abrir. A pessoa não vira uma estátua em hipnose.

Posso revelar segredos na hipnose?

Não. A pessoa não revela informações íntimas. Se o terapeuta perguntar algo que não é da sua conta ou não faz parte do contexto da terapia a pessoa simplesmente irá se recusar a responder.

Na hipnose corro o risco de fazer o que não quero?

Não. Da mesma forma que a pessoa não revela segredo ela não irá fazer o que não quer. Ninguém faz aquilo que vá de contra seus valores éticos e morais em hipnose.

Ainda tem dúvidas?

Deixe sua dúvida no campo de comentário logo abaixo que responderemos o mais breve possível.